A importância da mobilidade urbana para a qualidade de vida da população

Diversos

As cidades que possuem um planejamento adequado para melhorar a mobilidade urbana e dispõem de recursos para implementá-lo, proporcionam maior qualidade de vida à população.

Sabia que a mobilidade urbana influencia, diretamente, na qualidade de vida da população? Talvez você ainda não tenha observado, mas a maneira como transita e se locomove pela cidade incide bastante na sua saúde (física e mental), no seu humor e até mesmo no seu desempenho profissional.

Um exemplo prático: muitas pessoas deixam de trabalhar em algumas regiões ou desistem de frequentar programas culturais em razão da escassez de transporte público. Também há casos em que o tempo perdido nos trajetos acaba inviabilizando sua utilização constante.

Aqui no Brasil, cada pessoa chega a perder 21 dias do ano em congestionamentos de trânsito, desperdiçando 64,5 minutos a cada dia em engarrafamentos, segundo a pesquisa Mobilidade Urbana 2022, desenvolvida pela CNDL, SPC e Sebrae. Estes dados impactam negativamente na qualidade de vida dos cidadãos.

 

Leia também: É possível ter mais fluidez no trânsito das grandes cidades?

 

O que é qualidade de vida?

Na concepção da OMS (Organização Mundial da Saúde), a qualidade de vida é o entendimento que uma pessoa tem sobre a sua posição na vida, o que envolve, necessariamente, todo um contexto de valores culturais no qual ela está inserida – expectativas, objetivos, preocupações, padrões, etc.

Esses objetivos e expectativas estão relacionados a diversas áreas que fazem parte do nosso cotidiano, como trabalho, educação, saúde, lazer e a mobilidade urbana.

 

Planejamento para a mobilidade urbana

As cidades que possuem um planejamento adequado para melhorar a mobilidade urbana e dispõem de recursos para implementá-lo, proporcionam maior qualidade de vida à população. Investimentos voltados à integração dos modais de transporte (metrô, ônibus, trem, bicicleta) são um bom exemplo nesse sentido.

Por sua vez, as pessoas que conseguem morar próximas ao trabalho, levando menos de 30 minutos para se deslocar, tendem a ter mais qualidade de vida do que aquelas que habitam em regiões mais afastadas, perdendo muito tempo (e paciência) nos congestionamentos.

A forma com que as pessoas se deslocam também pode ser levada em conta. Ao morar em uma região mais bem localizada, o cidadão consegue se deslocar, em questão de poucos minutos, via transporte público, bicicleta ou até mesmo a pé, agregando mais saúde e bem-estar a sua qualidade de vida.

 

Tecnologias, mobilidade urbana e qualidade de vida

Tecnologias como os Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS, na sigla em inglês) podem fazer toda a diferença em prol de uma mobilidade urbana mais eficiente e, consequentemente, de uma melhor qualidade de vida para à população.

Indústria 100% brasileira e dotada de parque tecnológico em Curitiba, a Pumatronix contribui há mais de 15 anos para a mobilidade urbana e rodoviária, modernização das cidades, fiscalização e segurança no trânsito, sendo considerada uma das principais fabricantes nacionais de sistemas e produtos voltados a estes segmentos.

 

Leia também: Hora de encarar o trânsito de forma inteligente

 

VIGIA-VL possibilita semáforos mais inteligentes

Um dos principais sistemas já desenvolvidos pela empresa no intuito de contribuir para a melhoria da mobilidade urbana das cidades, bem como para a qualidade de vida das pessoas, é o VIGIA-VL, uma solução criada para garantir melhor monitoramento, planejamento e análise de tráfego por meio de vídeo, a fim de sincronizar semáforos e melhorar o fluxo de veículos que transitam nas vias urbanas.

“O VIGIA-VL fornece informações para o sistema semafórico realizar a gestão do tráfego de forma adaptativa, com ajustes de temporização conforme o fluxo de cada via. Desta forma contribuímos para uma engenharia do tráfego mais eficiente e segura”, explica o CEO da Pumatronix, Sylvio Calixto.

O diretor comercial da Pumatronix, Thiago Guerrer, entende que muitos são os desafios para as cidades em termos de mobilidade urbana. “Para acompanhar as mudanças globais e acelerar esse processo, soluções criativas e inovações tecnológicas precisam ser adotadas. Entre as tecnologias que podem contribuir para o desenvolvimento de cidades inteligentes estão as soluções para captura e reconhecimento de imagem, que integram novos conceitos em segurança, fiscalização e mobilidade”, defende o executivo.

 

Saiba mais: https://pumatronix.com/atuacao/mobilidade-urbana/

Fique atualizado

Matenha-se por dentro das novidades tecnológicas para estradas e cidades inteligentes.

    Isso vai fechar em 0 segundos