Conheça 3 tecnologias aliadas da segurança pública

Artigos

mail_outline

Continue por dentro do que acontece na Mobilidade e Fiscalização de Trânsito do Brasil assine nosso newsletter. Envio mensal com os principais tópicos da nossa atuação neste cenário.

CADASTRAR

Agentes de segurança pública contam, cada vez mais, com as tecnologias como aliadas

A insegurança é um dos problemas que mais preocupam os brasileiros. Uma pesquisa recente divulgada pelo Instituto Ideia e realizada sob encomenda da Universidade de Oxford, na Inglaterra, revelou que 62% da população relatam ações de facções criminosas onde vivem.

Em meio a esse cenário, as tecnologias são, cada vez mais, verdadeiras aliadas da segurança pública no sentido de identificar, coibir e até mesmo inibir inúmeros tipos de atos ilícitos.

Como é humanamente impossível que as forças de segurança consigam estar em todos os lugares ao mesmo tempo, as tecnologias conseguem, muitas vezes, preencher essa lacuna, captando imagens e reconhecendo tanto veículos quanto pessoas suspeitas de conduta ilícita.

Leia também: Como a Inteligência Artificial chegou e revolucionou a segurança pública

 

Nesse sentido, listamos três tecnologias que são aliadas da segurança pública:

 

  • Vigilância por Reconhecimento Facial

Considerada uma categoria da segurança biométrica, a Vigilância por Reconhecimento Facial, como o próprio nome indica, é uma maneira de identificar ou confirmar a identidade de um indivíduo utilizando o seu rosto. Geralmente, os sistemas de reconhecimento facial podem ser empregados para localizar pessoas em fotos, vídeos ou mesmo em tempo real.

Nos Estados Unidos, a Vigilância por Reconhecimento Facial tem sido bastante usada em aeroportos, com o objetivo de identificar, por exemplo, pessoas que tentam ingressar no país com o visto irregular. Aqui no Brasil, cidades como Rio de Janeiro e Salvador já tiveram experiências positivas com essa tecnologia durante o Carnaval, quando indivíduos com mandados de prisão em aberto e veículos com restrição de roubo acabaram identificados.

 

  • Big Data

O Big Data viabiliza a identificação e análise de comportamentos e pode ser utilizado no chamado policiamento preditivo (baseado em informações prévias). Esta metodologia já é empregada em diversos países e consiste no uso de dados capazes de indicar prováveis atos ilícitos.

Dessa forma, o Big Data atua como tecnologia que possibilita o estabelecimento de parâmetros. As forças de segurança conseguem, ao analisar um conjunto de ocorrências específicas, se aprofundar sobre ações prováveis de um determinado grupo criminoso, mapeando os horários e locais em que os atos ilícitos podem ser realizados.

 

  • Inteligência Artificial

Os benefícios do emprego da Inteligência Artificial na segurança pública são diversos. Por meio de dispositivos de captura e processamento de imagens inteligentes, é possível realizar reconhecimento facial e controle de acesso, bem como o cercamento eletrônico de veículos.

Os dispositivos inteligentes podem, por exemplo, auxiliar a polícia no combate e furto de veículos, um dos crimes de maior incidência no Brasil. A tecnologia dos equipamentos com Reconhecimento Óptico de Caracteres (OCR), aliado ao sistema de consulta e banco de dados podem reduzir essas estatísticas, uma vez que possibilitam a identificação e rastreio em tempo real de veículos roubados, suspeitos de participação em práticas criminosas ou infratores.

 

Vanguarda em tecnologias aliadas da segurança pública

Com investimento constante em pesquisa e desenvolvimento de soluções inteligentes, a Pumatronix segue na vanguarda com o lançamento de produtos de alta tecnologia que colaboram com a segurança pública.

Os dispositivos com tecnologia OCR fabricados pela Pumatronix possuem alta precisão e capacidade para identificar fabricantes, modelos, placas de veículos e outros detalhes que incluem caracteres, mesmo sendo conduzidos em altas velocidades.

Os softwares, além de emitir alertas dos veículos com restrições de circulação, permitem:

 

  • A integração com sistemas governamentais e órgãos de polícia;
  • Pesquisas sobre histórico do veículo;
  • Geração de relatórios estatísticos, como tempo médio de deslocamento, velocidade média entre dois pontos, entre outras medições.

Leia também: A importância dos Centros de Controle Operacional para a mobilidade

 

Pumatronix presente na ISC Brasil 2022

De 21 a 23 de setembro a Pumatronix participa da Feira Internacional de Soluções em Segurança Integrada (ISC Brasil), que será realizada na Expo Center Norte, em São Paulo. Em sua 17ª edição no Brasil, o evento reunirá os players mais importantes da indústria de Segurança Eletrônica, Segurança Pública, Segurança Privada e Patrimonial.Na ocasião, a Pumatronix promete anunciar um super lançamento ao mercado, portanto, visite o nosso estande em São Paulo e fique por dentro dos nossos conteúdos – aqui no blog e nas redes sociais – para não perder nenhum detalhe desta novidade que vem por aí!

Fique atualizado

Matenha-se por dentro das novidades tecnológicas para estradas e cidades inteligentes.