Monitoramento e fiscalização urbana

Notícias Pumatronix

mail_outline

Continue por dentro do que acontece na Mobilidade e Fiscalização de Trânsito do Brasil assine nosso newsletter. Envio mensal com os principais tópicos da nossa atuação neste cenário.

CADASTRAR

A Mobilidade não deve estacionar.

Muitas vezes a solução para grandes problemas exige olhar de forma mais ampliada. As áreas de estacionamento regulamentado das cidades é um exemplo disso. O aumento considerável no número de veículos têm gerado debates à respeito dos estacionamentos de rua. As gestões do meio-fio urbano começam a exigir panoramas amplificados pela tecnologia, como é o caso de São Paulo (capital).

O fluxo de veículos constante na cidade torna onerosa a fiscalização somente por meio de agentes. Seria necessário um grande número de contratados para fazer toda  varredura.  Segundo estimativas da Prefeitura de São Paulo, a evasão do pagamento do Cartão Azul Digital é superior a 40%. Tecnologias estão sendo desenvolvidas e aprimoradas para facilitar o acesso ao estacionamento público, assim como o recolhimento de valores. Apps permitem aos motoristas adquirem créditos de acordo com o tempo de permanência nas vagas e equipamentos específicos para a fiscalização, permitem maior controle e segurança da vias urbanas auxiliando o monitoramento. Para substituir os fiscais de rua, a CET vinha utilizando um veículo equipado com câmeras capazes de ler as placas e identificar os carros que não realizaram o pagamento. Tecnologia desenvolvida pela empresa curitibana Pumatronix.

A Pumatronix desenvolveu o ITSCAMPRO VTR-4, capaz de realizar o reconhecimento da placa e registrar data, hora e localização do veículo estacionado. A modernização dos mecanismos de fiscalização, como pela leitura de placas circulantes, é um bom exemplo de como utilizar a inovação para resolver situações complexas e ainda proporcionar melhorias imediatas. Investimentos como a implantação do ITSCAMPRO retornam aos cofres pela arrecadação e são revertidos ainda em qualidade, já que todos os dados coletados sobre o fluxo podem resultar em avanços na mobilidade urbana.

Os históricos de circulação e os dados estatísticos gerados podem inclusive serem usados como base de justificativa para uma ampliação de área regulamentada e também de aumento de tarifa. Portanto, buscar e avaliar opções tecnológicas é uma questão importante no planejamento de uma política de mobilidade.

Fique atualizado

Matenha-se por dentro das novidades tecnológicas para estradas e cidades inteligentes.

    pt_BRPortuguese